quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Celebridades que ficam mais lindas com cabelos escuros

Não sou nenhum ‘expert’ em beleza, mas acho que não é preciso ser um para concluir que algumas mulheres ficam bem melhores com cabelos castanhos ou pretos do que loiros. Já pintou o cabelo alguma vez e se arrependeu? Se sim, você não está só! Tem gente que parece que nasceu para brilhar com cabelos escuros mesmo!

Você também concorda que estas 10 celebridades a seguir ficaram bem melhores com cabelos escuros? Veja todos os comparativos a seguir e não se esqueça de deixar sua opinião nos comentários:

1. Angelina Jolie

celebridades-loiro-vs-castanho_1

2. Anne Hathaway

celebridades-loiro-vs-castanho_2

3. Dakota Johnson

celebridades-loiro-vs-castanho_3

4. Jessica Alba

celebridades-loiro-vs-castanho_4

5. Kim Kardashian

celebridades-loiro-vs-castanho_5

6. Rihanna

celebridades-loiro-vs-castanho_6

7. Lana Del Rey

celebridades-loiro-vs-castanho_7

8. Olivia Wilde

celebridades-loiro-vs-castanho_8

9. Lindsay Lohan

celebridades-loiro-vs-castanho_9

10. Zooey Deschanel

celebridades-loiro-vs-castanho_10


Fonte: 1


terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

10 Filmes do Studio Ghibli que todos deveriam assistir

O que é o Studio Ghibli, você me pergunta?
Oh, eu não sei… apenas um dos estúdios de animação mais bem sucedidos de todos os tempos. Responsável por vários filmes premiados que quebraram barreiras culturais com seu apelo universal. Ah sim, e um cara nada importante ai, chamado John Lasseter é muito fã do estúdio. Algumas pessoas até se referem ao Studio Ghibli como a “Disney do Japão“.

Cada Disney deve ter seu ‘Walt’ e no caso de Ghibli, o principal em questão é Hayao Miyazaki, um renomado diretor, animador e roteirista que co-fundou o estúdio em 1985 com o cineasta Isao Takahata. Juntos, os dois são responsáveis ​​por alguns dos filmes mais financeiramente e criticamente bem-sucedidos já feitos no Japão. Dá pro gasto, não?

O último filme de Hayao Miyazaki, The Wind Rises, é o terceiro filme do Studio Ghibli a receber uma indicação ao Oscars de Melhor Filme de Animação. E os fãs do Ghibli em todo o mundo, na época, esperaram que o estúdio ganhasse o seu segundo Oscars.

Agora que você está atualizado, leia para descobrir quais os 10 Filmes do Studio Ghibli que Todos Deveria Assistir. E se você já assistiu a maioria deles, veja se você concorda com a minha escolha para o primeiro lugar.

10 Filmes do Studio Ghibli que Todos Deveriam Assistir

10. Only Yesterday (1991)

10 Filmes do Studio Ghibli que Todos Deveriam Assistir | CaféCG
Only Yesterday (1991) é um drama adulto que conta a história de Taeko Okajima, uma mulher de 27 anos e ainda solteira, com um trabalho burocrático num escritório em Tokyo, cidade na qual nasceu e cresceu. Quando criança, Taeko morria de inveja das amigas que podiam ir para o campo e visitar os parentes, no período de férias. Por não possuir parentes no interior, Taeko tinha de permanecer em Tokyo o tempo todo, sonhando com o dia em que, finalmente, poderia realizar seu desejo de conhecer o campo.

Por quê você deveria assistir: O segundo filme de Isao Takahata para o Studio Ghibli, se tornou um filme de referência, que provou que a animação não precisa ser simplista ou dirigida exclusivamente para crianças. O foco em uma protagonista feminina era incomum, até o momento, para a animação. Mas o filme provou ser popular entre ambos os sexos nas bilheterias, tornando-se um dos maiores sucessos do ano, no Japão.

Certamente, o enredo pode soar tão fascinante quanto Kristen Stewart recitando Shakespeare, mas “Only Yesterday” é um drama nostálgico e reconfortante que explora questões universais de amor e perda, tudo ao mesmo tempo, que suavemente persuade o espectador a lembrar momentos fundamentais de sua própria infância.

9. Whisper Of The Heart (1995)


10 Filmes do Studio Ghibli que Todos Deveriam Assistir | CaféCG

Whisper Of The Heart conta a história de Shizuku, uma adolescente que está tentando descobrir quem é e o que será no futuro. O desenho mostra seu dia-a-dia e sua imaginação fértil que sempre a leva a mundos de fantasia, onde ela poderá enfim, encontrar quem ela é e descobrir um verdadeiro amor de onde ela menos imaginava.

Yoshifumi Kondo estreou como diretor com este filme bonito mas infelizmente, ele faleceu pouco depois de que o filme foi concluído.

Eu sei que você pode estar pensando que o enredo parece ser muito sonhador, mas na realidade, o roteiro de Miyazaki é muito mais do que apenas um típico romance adolescente. O filme foi outro enorme sucesso para o estúdio e ainda é o único filme Ghibli até hoje que tem seu próprio spin-off. É chamado The Cat Returns e sim, ele possui um gato que em algum momento retorna.

Por quê você deve assistir: Como o primeiro filme Ghibli a ser dirigido por alguém que não seja Miyazaki ou Takahata, Whisper Of The Heart mostrou ser uma grande promessa que, infelizmente, nunca foi realizado após a morte prematura de Kondo. Extraordinária fantasia, com impressionantes sonhos-sequências, mas grande parte do filme filme acontece no mundo real. – e é aqui, que o doce e compassivo tom é trazido à tona. Por isso, assista ao filme produzido por Kondo.

8. Princesa Mononoke (1997)

10 Filmes do Studio Ghibli que Todos Deveriam Assistir | CaféCG
Princesa Mononoke conta a história de um príncipe infectado por uma doença sabe que irá morrer a menos que encontre a cura. Sendo a sua última esperança, segue para o leste e, durante o caminho, encontra animais da floresta lutando contra a sua exploração, liderados pela princesa Mononoke.

A fábula ecológica de Miyazaki foi o filme de maior bilheteria de todos os tempos após sua estréia no Japão. Além de ter sido o primeiro filme da Ghibli a receber atenção no mundo todos, tornando-se um dos lançamentos mais importantes do estúdio na época. Quando a distribuidora americana, Miramax, decidiu editar o filme para o público americano, Studio Ghibli enviou-lhes uma katana com uma nota dizendo simplesmente: “sem cortes”.
Então é bom dizer, não mexa com as obras de Miyazaki.

Por quê você deve assistir: Apesar de sua classificação PG-13, grande parte do sucesso da Princesa Mononoke pode ser atribuída aos seus temas invulgarmente maduro, que exploram as consequências da destruição do ambiente, através de personagens que não são nem inteiramente bom ou mau.
Qualquer um que pensa que a animação não tem nada importante a dizer, precisa calar a boca e assistir Princesa Mononoke. E claro, apreciem a qualidade da animação e toda parte estética da coisa.

7. O Serviço de Entregas da Kiki (1989)

10 Filmes do Studio Ghibli que Todos Deveriam Assistir | CaféCG
Miyazaki pode ser mais conhecido por seus épicos de fantasia, mas uma das melhores animações que ele dirigiu para o Studio Ghibli, foi O Serviço de Entregas da Kiki (Kiki’s Delivery Service).
Kiki é uma jovem bruxa de treze anos, ainda um pouco imatura e teimosa. Ela vai para a costa europeia para aprimorar seus poderes, porém, sua insegurança fará com que ela perca sua mágica. Agora, Kiki terá que vencer seus medos para poder recuperar os poderes.

Baseado em um romance infantil de Eiko Kadono, Kiki tem uma ótima narrativa e ganha o público por sua simplicidade – um dos principais fatores de conquistar públicos de todas as idades.
Por quê você deve assistir: Kiki é realista, mostra sua força de caráter, torna uma alternativa louvável, para a típica princesa da Disney – que não pode deixar o seu palácio sem um grande homem forte do seu lado. Kiki vai se aventurar em uma nova cidade de forma independente, aos 13 anos de idades.

Além disso, seu gato, Jiji,  será o gato mais legal de todos. Você nunca vai verá em nenhum outro filme, animado ou não, um gato tão maneiro quanto ele.

6. O Castelo Animado (2004)

10 Filmes do Studio Ghibli que Todos Deveriam Assistir | CaféCG
Para O Castelo Animado (2004),  Miyazaki foi inspirado mais uma vez pela literatura infantil e como resultados, ganharam para o estúdio, sua segunda nomeação ao Oscar para Melhor Personagem Animada.

O Castelo Animado conta a história de uma bruxa que lança uma terrível maldição sobre a jovem Sophie, transformando-a numa velha de 90 anos. Desesperada, ela embarca numa odisseia em busca do Castelo Andante, onde reside um misterioso feiticeiro que poderá ajudá-la a reverter o feitiço.
Além de um final ligeiramente complicado, O Castelo Animado é um dos filmes mais emocionantes e visualmente impressionante já produzido pelo Studio Ghibli, alternando habilmente entre emocionantes set e cheios de trocas humorísticas.

Por quê você deve assistir: Um anime sobre uma senhora de 90 anos de idade não pode, instantaneamente, gritar “VEM ME ASSISTIR!”. Mas, O Castelo Animado apresenta um dos conjuntos mais bizarramente adorável de personagens que você nunca vai ver em um anime.

5. Meu vizinho Totoro (1988)

10 Filmes do Studio Ghibli que Todos Deveriam Assistir | CaféCG
O conto de Miyazaki conta a história das irmãs Satsuki e Mei que se mudam para o campo para ficar mais perto do hospital onde sua mãe está internada. Lá conhecem os Totoros, adoráveis criaturas místicas e alegres, que só podem ser vistas pelas crianças. Com eles, as duas irmãs viverão mágicas aventuras no campo.

Apesar de ter sido originalmente lançado junto do deprimente conto, A Sepultura dos Vagalumes, as criaturas da floresta, Totoro, desde então se tornou um personagem muito amado pelas crianças japonesas em todos os lugares. E agora é o mascote oficial do estúdio.

Por quê você deve assistir: Simplesmente pelo fato de terem os Totoros no filme. Além, claro, de ser ser um filme visualmente bonito/agradável de assistir e pela sua história.

4. Nausicaä do Vale do Vento (1984)

10 Filmes do Studio Ghibli que Todos Deveriam Assistir | CaféCG
Apesar de ter sido criado antes da fundação oficial do Studio Ghibli, Nausicaä é de muitas formas, o filme mais importante de Miyazaki até o momento. Dentro de seu cenário de fantasia e com o modelo de character design que se tornou o estilo para quase todos os épicos de fantasia subseqüentes de Miyazaki e até mesmo o universo do anime como um todo.

No futuro, depois da Terra ser varrida pela Guerra do Sete Dias de Fogo, a Princesa Nausicaä tenta de todas as formas impedir que duas nações entrem em guerra e se destruam em um planeta agonizante.

Este conto, cauteloso, mas finalmente otimista, compartilha uma mensagem ambiental vital que foi massacrada, com a liberação original do filme na América. Depois de cortar mais de 20 minutos da edição final, os distribuidores americanos renomearam o filme para “Warriors of the Wind” e aparentemente saíram de seu caminho para torná-lo tão terrível quanto fisicamente possível. Hoje em dia, chamamos esse processo de ‘Michael Baying it’.

Por quê você deve assistir: Nausicaä foi a princesa mais badass e inspiradora que apareceu na época 1984. Mas é só agora que os estúdios ocidentais estão, mesmo remotamente, começando a recuperar o atraso de terem um cuidado com a animação oriental.

3. Cemitério dos Vagalumes (1988)

10 Filmes do Studio Ghibli que Todos Deveriam Assistir | CaféCG
Embora esta lista tenha sido dominada, principalmente, pelo trabalho de Miyazaki, o seu companheiro Ghibli e também fundador, Isao Takahata, é um grande talento. Em seu próprio direito e seu melhor momento é claramente, Túmulo dos Vagalumes, o primeiro filme que ele dirigiu para o estúdio. A história segue um menino e sua irmã que cuidam um do outro depois que sua mãe morre, durante a Segunda Guerra Mundial.

Originalmente lançado junto com “O Meu Vizinho Totoro”. O Túmulo dos Vagalumes é um dos mais poderosos filmes de guerra já feitos, devido à sua exploração realista de lutas pessoais e tragédias que ocorreram durante a Guerra. Dois remakes em live-action já foram feitos nas última década, mas a animação de Takahata é a versão definitiva do romance original de Akiyuki Nosaka.
Por quê você deve assistir: Os cientistas finalmente encontraram uma maneira de determinar se as pessoas têm uma alma. Se você assistir “O Túmulo dos Vagalumes” sem derramar uma única lágrima, então você é um sem alma, mais perverso do que mil performances Keanu Reeves.
Fim de Papo.

2. A Viagem de Chihiro (2001)

10 Filmes do Studio Ghibli que Todos Deveriam Assistir | CaféCG
O que!? A Viagem de Chihiro não é o número 1 !? Eu sei, eu sei. Acalmem os fanboys. Vamos nos concentrar nos aspectos positivos.

A Viagem de Chihiro, é uma das animações mais importantes já criadas até os dias de hoje, além de ter sido um fator essencial para levar o Studio Ghibli e o anime para o grande público internacional.
O filme conta a história de Chihiro e seus pais estão se mudando para uma cidade diferente. A caminho da nova casa, o pai decide pegar um atalho. Eles se deparam com uma mesa repleta de comida, embora ninguém esteja por perto. Chihiro sente o perigo, mas seus pais começam a comer. Quando anoitece, eles se transformam em porcos. Agora, apenas Chihiro pode salvá-los.

O filme fala sobre problemas ambientais? Verifica. Conflito entre tradição e modernidade na sociedade japonesa? Verifica. Assustador por mostrar espíritos inspirados pela mitologia japonesa? Dupla verificação. Este é um conto de fadas moderno, na sua melhor representação. Basta rezar para que eles não tentem fazer um remake live-action um dia. Aposto que o pessoal do Ghibli vai enviar aos produtores mais do que apenas uma katana na próxima vez.

Por quê você deve assistir: Porque ele ganhou um Oscar, meu caro leitor!

1. Laputa: O Castelo no Céu (1986)

10 Filmes do Studio Ghibli que Todos Deveriam Assistir | CaféCG
Então por quê A Viagem de Chihiro não é o número um da lista? Então quem leva?
Como o primeiro filme oficial do Studio Ghibli, Laputa: O Castelo no Céu, pelo fato de encarnar tudo o que nós amamos sobre a empresa.

A jovem órfã Sheeta e seu sequestrador, Coronel Muska, estão voando para uma prisão militar quando sua aeronave é atacada por uma gangue de piratas aéreos liderados por Dola. Escapando da colisão no ar através de um cristal mágico em seu pescoço, Sheeta conhece o também órfao Pazu. Juntos, tentam descobrir a cidade mística flutuante de Laputa, enquanto são perseguidos por Muska e os piratas, que cobiçam o tesouro da cidade.

Alguns descreveram Laputa como o “Star Wars japonês”, mas eu sinto que é ainda mais acessível do que isso, particularmente para aqueles que não são geralmente um fã do gênero. Os efeitos visuais e design deslumbrantes se fundem perfeitamente para criar algumas das ações mais excitantes que eu já vi em qualquer mídia.

Ghibli e Miyazaki, em particular, são verdadeiros mestres de contar histórias. E enquanto A Viagem de Chihiro é icônico em todos os níveis, Laputa: O Castelo no Céu, apenas me atingiu de uma forma tão rara que só os melhores filmes podem. Você sabe o sentimento, é o tipo de filme que eu queria forçar todos que eu conheço, imediatamente, a assistem após os créditos terem rodado.

Por quê você deve assistir: Sério? Você ainda precisa ser convencido? Tudo bem. Bom, eu estou atualmente no porão trabalhando em uma máquina do tempo, apenas para que eu possa voltar e estar com o meu eu mais jovem, para assistir a este filme anos antes de eu finalmente chegar a minha idade atual. Estou disposto a dedicar minha vida de alguma forma a mudar as leis da física apenas para explicar um motivo para você assistir esse filme, embora eu sei que é obviamente impossível. É por isso que você deve assistir.

Fonte: 1


segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Os pedidos mais estranhos que as celebridades deixaram nos seus testamentos

Lidar com a morte é uma coisa muito difícil. Planejar o que deve acontecer após a própria morte deve ser mais complicado ainda. Enquanto algumas pessoas não se importam com o que acontece com seu dinheiro depois que morrem - até porque é praticamente garantido que você não vai ter que se preocupar com isso no lugar para onde se está indo - outras querem saber que o legado que elas trabalharam duro para deixar seja usado de acordo com seus desejos. Mesmo que isso signifique uma lista de pedidos bizarros em seus testamentos.

Confira os últimos desejos de Janis Joplin, Alexander McQueen e Marilyn Monroe:

Janis Joplin
Janis Joplin (Foto: Getty Images)
A cantora aproveitou a vida ao máximo, mas no final acabou pagando o preço por tantas festas regadas a drogas e bebidas. Ela foi descoberta morta em um quarto de hotel em 04 de outubro de 1970, vítima de uma overdose de heroína aos 27 anos. Apenas 16 dias depois da morte súbita de Jimi Hendrix, também aos 27 anos. Ao longo de sua carreira bem sucedida, Janis havia lutado contra o vício e alcoolismo. Em seu testamento, ela deixou tudo acertado para uma festa póstuma que durasse a noite toda após sua morte. Ela deixou US$ 2.500,00 para seus 200 amigos favoritos - incluindo seu agente, seu tatuador, a irmã e o noivo - usarem para a festa em sua honra. A festa foi realizada na Lion's Share, em San Anselmo, Califórnia, em 26 de outubro de 1970.

Marilyn Monroe
Marilyn Monroe (Foto: Getty Images)
Marilyn Monroe realmente deveria ter sido mais específica. Quando a loira faleceu em 1962, ela não deixou um testamento muito detalhado o que acabou tendo um enorme efeito sobre como suas posses foram distribuídas. Ou melhor, não distribuídas. Em vez de um testamento completo, Marilyn deixou todos os seus pertences, incluindo roupas e sapatos, para seu professor de teatro, Lee Strasberg, sob o entendimento de que ele dividiria tudo entre a família e amigos dela. Strasberg, que é lembrado como o “pai” do método (sistema de interpretação utilizado como método por diversos atores e atrizes), nunca doou um único item e, em vez disso, guardou tudo em um armazém por 36 anos. Quando Strasberg morreu aos 80 anos, sua viúva leiloou os pertences de Marilyn por cerca de US$ 13,4 milhões.

William Shakespeare
William Shakespeare (Foto: Getty Images)
Um mês antes de falecer, William Shakespeare fez seu testamento, em que começou dizendo que estava com "a saúde perfeita". Pesquisadores ainda hoje não têm certeza do que exatamente ele morreu. Surpreendentemente, Shakespeare excluiu sua esposa, Anne Hathaway, deixando, em vez disso, a maior parte de sua propriedade considerável para sua filha mais velha Susanna. Havia uma condição: que ela passaria tudo, intacto, para seu primeiro filho. Infelizmente sua descendência direta acabou em 1670. Para sua esposa, ele deixou sua "segunda melhor cama". Este pedido estava separado do testamento, em um anexo como se ele tivesse lembrado disso depois. Naquela época, deixar uma cama de boa qualidade para alguém estava longe de ser incomum, mas alguns estudiosos acharam isso um insulto.

Mickey Rooney
Mickey Rooney (Foto: Getty Images)
Mickey Rooney foi uma das últimas grandes estrelas do cinema mudo e, quando morreu em 2014, já havia participado de mais de 300 filmes. Ele faleceu aos 93 anos e quando isso aconteceu não restavam muitos bens - apenas US$ 18.000. Ele também morreu com dívidas de impostos e contas médicas. Pouco antes de morrer, ele mudou seu testamento e deserdou sua esposa (eles estavam casados há 35 anos) e 7 de seus 8 filhos. Parece que a relação entre Rooney e sua família tinha se tornado tensa muitos anos antes de ele falecer.

Philip Seymour Hoffman
Philip Seymour Hoffman (Foto: Getty Images)
Phillip Seymour Hoffman era um dos atores mais aclamados da crítica quando morreu em 2014 de uma suspeita de overdose de drogas aos 46 anos. Hoffman era um homem intensamente discreto, escolhendo quase nunca falar sobre sua família na imprensa - afirmando que se fizesse isso, estaria quebrando sua confiança. Embora ele tivesse três filhos, ele declarou em seu testamento que não queria transformá-los em "crianças que vivem de renda" ao lhes deixar dinheiro e, em vez disso, optou por deixar seus bens para a sua namorada (eles estavam há 14 anos juntos). Um último pedido estranho no testamento era que seu único filho homem fosse criado em três cidades diferentes: São Francisco, Chicago e Nova York.

Farrah Fawcett
Farrah Fawcett (Foto: Divulgação)
Farrah Fawcett sempre será lembrada por sua contribuição para o mundo do entretenimento. Ela alcançou fama internacional por seu papel na série ‘As Panteras’ e morreu em 2009 depois de uma longa batalha contra o câncer. Mas seu falecimento foi ofuscado na mídia pela morte de Michael Jackson, que partiu algumas horas mais tarde no mesmo dia. Seu parceiro de longa data Ryan O'Neal ficou surpreso ao descobrir que ele tinha sido deixado de fora de seu testamento completamente. Em vez disso, Farrah escolheu deixar a maior parte de sua herança para seu filho. Para acrescentar um insulto à injúria, ela também pediu que um ex-amante recebesse US$ 100 mil.

Napoleão Bonaparte
Napoleão Bonaparte (Foto: Reprodução / Biography.com)
O famoso gênio militar francês morreu por causa de um câncer de estômago, por causa do tratamento dado a ele por seu médico ou foi lentamente envenenado pelos ingleses? Nós provavelmente nunca saberemos com certeza, mas graças a um de seus pedidos finais podemos ter um palpite do que pode ter acontecido. Em seu testamento, Napoleão pediu que, após sua morte, sua cabeça fosse raspada e que seus cabelos fossem distribuídos para sua família e amigos. Um pedido muito estranho na época, mas agora, graças à tecnologia, alguns destes cabelos preservados foram cientificamente analisados e os resultados foram surpreendentes. Foi encontrada uma grande quantidade de arsênico e isso sugere que ele pode ter sido envenenado. Embora o arsênico também possa ter estado presente nas paredes, o que era algo comum naquela época.

Alexander McQueen
Alexander McQueen (Foto: Getty Images)
Alexander McQueen ficou famoso com seus designs de moda criativos e às vezes bizarros, mas os detalhes em torno de sua morte são muito mais estranhos do que qualquer roupa que ele já tenha projetado. O corpo de McQueen foi descoberto por sua empregada na manhã de 11 de fevereiro de 2010. Ele tinha cometido suicídio. Ele tomou uma overdose de comprimidos, cortou seus pulsos e finalmente se pendurou. O mundo ficou chocado com a notícia de que o ícone da moda tivesse morrido apenas nove dias depois que sua mãe faleceu. McQueen sofria de depressão e ansiedade. Ele escreveu em uma nota de suicídio a frase "Cuide dos meus cães, desculpe, eu te amo, Lee". McQueen deixou cerca de R$196 mil para seus cães em seu testamento para permitir que eles sejam cuidados até o resto de suas vidas. Ele também deixou mais de R$ 1,5 milhão para várias instituições de caridade animal.

Harry Houdini
Harry Houdini (Foto: Getty Images)
Antes de ser um famoso artista e ilusionista, Harry Houdini ganhou a vida realizando sessões espíritas fraudulentas. Houve um tempo em que ele acreditava no espiritismo, mas isso foi por terra depois que sua mãe morreu e ele não conseguiu encontrar um médium que acreditasse ser realmente capaz de entrar em contato com ela. Ele então dedicou grande parte de sua vida ao descobrimento e à exposição de falsos médiuns. É surpreendente então que ele tenha feito o seguinte pedido em seu testamento: ele pediu que uma sessão espírita fosse conduzida anualmente após a sua morte e até deu a sua esposa Bess um código secreto de dez dígitos que ele usaria da vida após a morte para provar sua existência contínua. Bess o fez, mas o grande ilusionista nunca entrou em contato. Quando ela morreu, a prática foi continuada por seus fãs leais e ainda acontece todos os anos.

Charles Dickens
Charles Dickens (Foto: Getty Images)
Charles Dickens pode não ter completado uma educação formal, mas isso não o impediu de se tornar um dos escritores mais reconhecidos na história. Ele escreveu 15 romances, incluindo títulos célebres como As aventuras do sr. Pickwick, Oliver Twist e Grandes Esperanças. Morreu em 1870 aos 58 anos de um AVC. Charles colocou em seu testamento que ele queria um funeral barato e simples, embora isso, é claro, não tenha acontecido. Ele também disse que aqueles que participassem de seu funeral deveriam ir vestidos de uma maneira específica. Ele disse: "Os que vão no meu funeral não usem lenço, capa, gravata preta, chapéu, ou outro absurdo revoltante". Ativista dos pobres, ele também deixou dinheiro para cada empregado dele no momento de sua morte.

Fonte: 1


quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Casal de 'Um Amor Para Recordar' volta a se encontrar

15 anos atrás, Shane West e Mandy Moore se tornaram fenômenos mundial com a estreia do romance adolescênte, Um Amor para Recordar. O longa, inspirado no livro homônimo do escritor Nicholas Sparks, se tornou um sucesso instântaneo e é até um hoje um clássico.


O filme marcou a carreira dos dois protagonistas que, claro, não poderiam deixar passar em branco o aniversário. No último domingo, 5 de fevereiro, a dupla voltou a se encontrar com o diretor do filme, Adam Shankman, e postaram um foto para comemorar.Para quem não lembra, o filme conta a história do bad boy Landon (West), que se apaixona por Jamie (Mandy). A garota é filha do reverendo da cidade e faz de tudo para fugir das investidas de Landon. Eventualmente ela cede à paixão, mas ela guarda um grande segredo, ela tem leucemia.

Aproveitando o clima nostálgico, confira o que o elenco está fazendo atualmente:

Mandy Moore - Jamie

Um Amor Para Recordar lançou a jovem atriz ao estrelato. Após o sucesso do filme ela estreou produções como Galera do Mal (2004), Tudo Pela Fama (2006) e Southland Tales: O Fim do Mundo (2006). Ela também dublou a princesa Rapunzel na animação Enrolados (2010). Atualmente ela estrela a série fenômeno "This is Us", Mandy também é uma cantora bem sucedida e já lançou seis cds.
 
Mandy Moore em 'Um Amor Para Recordar' e atualmente (Foto: Divulgação) 
Mandy Moore em 'Um Amor Para Recordar' e atualmente (Foto: Divulgação)

Shane West - Landon

Antes de interpretar Landon, Shane já havia participado de diversas séries como "Buffy: A Caça-Vampiros" e "The Closer". Com o sucesso do filme o ator foi promovido aos papéis de protagonista e estrelou "Once and Again", "E.R.", "Nikita" e mais recentemente a série "Salem". Nos cinemas ele atuou em A Liga Extraordinária (2003), O Inquilino (2009) e A Chamada (2009).

Shane West em 'Um Amor Para Recordar' e atualmente (Foto: Divulgação) 
Shane West em 'Um Amor Para Recordar' e atualmente (Foto: Divulgação)
 
Peter Coyote - Reverendo Sullivan

Após interpretar o reverendo e pai de Jamie (Mandy), Peter passou a focar mais em trabalhos de narração. Ele ganhou o Emmy por seu trabalho no documentário do diretor Ken Burns, The Roosevelts (2015). Peter ainda participou das séries "Perception" e "Blue Bloods". Em 2015, ele lançou a sua autobiografia, "The Rainman's Third Cure: An Irregular Education".

Peter Coyote em 'Um Amor Para Recordar' e atulamente (Foto: Divulgação) 
Peter Coyote em "Um Amor Para Recordar" e atulamente (Foto: Divulgação)
 
Daryl Hannah - Cynthia Carter

Antes de interpretar a mãe de Landon a atriz já era considerada uma veterana de Hollywood. Daryl já havia atuado em Blade Runner, o Caçador de Androides (1982), Splash - Uma Sereia em Minha Vida (1984), Roxanne (1987), Wall Street - Poder e Cobiça (1987) e Flores de Aço (1989). Após Um Amor Para Recordar, seu papel mais conhecido foi no filmes Kill Bill. Atualmente ela integra o elenco da série "Sense8".

Daryl Hannah em 'Um Amor Para Recordar' e atualmente (Foto: Divulgação) 
Daryl Hannah em "Um Amor Para Recordar" e atualmente (Foto: Divulgação)
 
Lauren German - Belinda

O papel da malvada Belinda abriu portas para atriz que atuou em O Massacre da Serra Elética (2003), O Albergue 2 (2007) e O Abrigo (2011). Para os fãs do Canal Universal ela é mais conhecida como a paramédica, Leslie Shay de Chicago Fire. Atualmente ela está na série "Lucifer".

Lauren German em 'Um Amor Para Recordar' e atualmente (Foto: Divulgação) 
Lauren German em 'Um Amor Para Recordar' e atualmente (Foto: Divulgação)
 
Clayne Crawford - Dean

O papel em Um Amor Para Recordar foi um dos primeiros trabalhos do ator em Hollywood. Clayne ainda atuou em produções como Swimfan (2002), Uma Canção de Amor para Bobby Long (2004) e Wristcutters: A Love Story (2006). Na televisão ele teve papéis recorentes em séries como "Jericho", "24 Horas" e "The Glades". Atualmente ele estrela a série "Máquina Mortífera".

Clayne Crawford em 'Um Amor Para Recordar' e atualmente (Foto: Divulgação) 
Clayne Crawford em 'Um Amor Para Recordar' e atualmente (Foto: Divulgação)
 
Al Thompson - Eric

Um ano antes de interpretar Eric, o ator já havia atuado no clássico cult Os Excêntricos Tenenbaums (2001). Al também atuou nos filmes Amor de Aluguel (2003) e Song One (2014).

Al Thompson em 'Um Amor Para Recordar' e atualmente (Foto: Divulgação) 
Al Thompson em 'Um Amor Para Recordar' e atualmente (Foto: Divulgação)
 
Paz de la Huerta - Tracie

A atriz ficou mais conhecida por seus papéis nos filmes Regras da Vida (1999), Choke - No Sufoco (2008) e Viagem Alucinante (2009). Paz também se destacou como Lucy Danziger na série "Boardwalk Empire".

Paz de la Huerta em 'Um Amor Para Recordar' e atualmente (Foto: Divulgação) 
Paz de la Huerta em 'Um Amor Para Recordar' e atualmente (Foto: Divulgação)

Fonte: 1


segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Celebridades que tiveram gêmeos

Beyoncé quebrou a internet. Depois de anunciar que está grávida de gêmeos no início de fevereiro (e no dia seguinte publicar um ensaio da gravidez com direito à filha Blue Ivy esperando os irmãozinhos), a cantora e esposa do rapper Jay-Z se tornou o assunto mais comentado das redes sociais.

Enquanto os fãs aguardam ansiosamente o nascimento dos bebês, selecionamos as celebridades que tiveram filhos gêmeos e encantaram o mundo com seus bebês. Confira!

Julia Roberts e Danny Moder
Julia Roberts na capa da revista People (Foto: Reprodução)
A estrela de filmes como ‘Uma Linda Mulher’, ‘Erin Brockovich: Uma Mulher de Talento’ e ‘Comer, Rezar, Amar’ deu à luz os gêmeos, Hazel e Phinnaeus, em novembro de 2004. Os gêmeos foram o resultado de Fertilização in-vitro e nasceram algumas semanas antes do esperado, mesmo Julia tendo sido colocada em repouso durante a gravidez. Ela é casada com o diretor de fotografia Danny Moder e deu à luz outro filho em 2007.

Jennifer Lopez e Marc Anthony
Jennifer Lopez e filhos (Foto: Instagram)
Jennifer Lopez é reconhecida como uma cantora e atriz de sucesso e também por seus romances com Sean Combs e Ben Affleck. Depois de se casar com Marc Anthony em 2004, o casal teve gêmeos em fevereiro de 2008. Max e Emme apareceram pela primeira vez na mídia na revista People com apenas um mês de idade. Em 2011, o casal se divorciou após 7 anos de casamento.

Sarah Jessica Parker e Matthew Broderick
Filhas de Sarah Jessica Parker (Foto: Instagram)
Sarah Jessica Parker e Matthew Broderick (Foto: Instagram)
As filhas gêmeas de Sarah Jessica Parker nasceram em 22 de junho de 2009, através de uma mãe de aluguel. Marion Loretta Elwell e Tabitha Hodge carregam o sobrenome do pai - o ator Matthew Broderick -, enquanto seus nomes do meio são herança de sua mãe. O casal já estava junto há doze anos quando a dupla nasceu, e já tinham um filho, James, que tinha seis anos de idade quando as irmãs chegaram.

Ricky Martin
Ricky Martin e seus filhos (Foto: Instagram)
Ricky Martin surpreendeu o mundo quando decidiu que seria pai. O cantor de ‘Living La Vida Loca’ deu boas vindas aos filhos gêmeos Matteo e Valentino via barriga de aluguel em agosto de 2008. Os meninos fizeram mais do que apenas torná-lo um pai, eles também o inspiraram a ser fiel a si mesmo e sair do armário em março de 2010, quando anunciou que era homossexual.

Angelina Jolie e Brad Pitt
Angelina Jolie e Brad Pitt com os gêmeos Knox Leon e Vivienne Marcheline Jolie-Pitt nas capas das revistas People e Hello! (Foto: Reprodução)
Angelina Jolie deu à luz gêmeos no sábado, 12 de julho de 2008. Knox Leon e Vivienne Marcheline nasceram de cesariana em um hospital em Nice, na França, e pesavam cerca de 2,5 kg cada. Os gêmeos são os quinto e sexto filhos do casal, que já tinham três crianças adotadas, Maddox, 6 anos, Pax, 4 anos e Zahara, 3 anos, e uma filha biológica, Shiloh, que completou 2 anos em maio de 2008.

Neil Patrick Harris e David Burtka
Neil Patrick Harris e David Burtka com os filhos (Foto: Instagram)
Se você nos perguntar, os gêmeos de Neil Patrick Harris e do marido David Burtka são os mais fofos do mundo. Neil e David tornaram-se pais em 2010, e aparentemente não têm "nenhum interesse" em descobrir qual deles é pai biológico da criança. "Nós inserimos um dos meus espermatozóides e um dos espermatozóides de David em dois óvulos com a esperança de que ambos seriam fecundados, porque ambos queríamos ser pais biológicos", disse Neil a Barbara Walters. "E deu certo, milagrosamente".

Mariah Carey
Mariah Carey e filhos (Foto: Instagram)
A cantora Mariah Carey e seu então marido, Nick Cannon, receberam um presente maravilhoso no terceiro aniversário de casamento quando seus gêmeos nasceram, no dia 30 de abril de 2011. Monroe, a menina, chegou primeiro, pesando 2,35 kg, seguida pelo menino, Moroccan Scott, que pesava 2,43 kg. A cantora só contou que estava esperando gêmeos durante um concerto de Natal para o presidente Obama e sua família.

Celine Dion
Celine Dion e os filhos Eddy e Nelson de 4 anos (Foto: Getty Images)
Celine Dion deu à luz os gêmeos em 23 de outubro de 2010. Embora relatado ter sido um parto prematuro, os bebês pesavam 2,5 kg. A cantora e seu marido, Rene Angelil, tentaram repetidamente ter outro bebê após o nascimento de seu filho, René-Charles, e os gêmeos foram resultado de seis tentativas de fertilização in vitro.

Rebecca Romijn
Rebecca Romijn e as filhas (Foto: Getty Images)
Rebecca Romijn deu à luz às gêmeas em 28 de dezembro de 2008. Ela e seu marido (o ator Jerry O'Connell) deram aos bebês os nomes Dolly e Charlie - ambas meninas. Seus nomes completos são Dolly Rebecca Rose e Charlie Tamara Tulip. Romijn é mais conhecida por seus tempos de modelo da Sports Illustrated e Victoria's Secret, bem como seus papéis no cinema na franquia ‘X-Men’.

Julie Bowen
Julie Bowen e filhos (Foto: Instagram)
A atriz Julie Bowen, da série ‘Modern Family’, fez malabarismos para amamentar seus bebês John e Gustav simultaneamente. Bowen, que também tem um filho mais velho, Oliver, com o investidor imobiliário Scott Phillips, até fez uma foto para mostrar ao público do programa ‘The View’, mas os produtores censuraram. Os gêmeos nasceram em 2009.

Fonte: 1


quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

10 filmes baseados em poemas, poesias e poetas

Se você é um daqueles entusiastas de poemas, poesias e poetas, com certeza precisa assistir aos filmes desta lista. Nomes como Edgar Allan Poe, Lewis Carroll e Homero fazem parte da lista, está esperando o que?
“É impossível fazer um bom filme, sem uma câmera que seja como um olho no coração de um poeta.”  – Orson Welles.

Gunga Din (1939) | George Stevens Poema de Rudyard Kipling

 As aventuras vividas por três sargentos ingleses na luta contra os nativos hindus. Ajudados pelo jovem Gunga Din, eles penetram no templo de onde parte a revolta, são presos pelo malévolo Guru, mas salvos pelo amigo nativo. Inspirado em poema de Rudyard Kipling. Refilmado em 1962 por John Sturges com o título ”Os 3 Sargentos”.

A Fonte da Donzela (1960) | Ingmar Bergman História de Ulla Isaksson

 Voltando ao mundo de O Sétimo Selo, conhecemos a história de uma menina, de pais cristãos fervorosos, que é estuprada por dois pastores. Esses, sem saber, acabam pedindo abrigo na casa dos pais da menina.

El Cid (1961) | Anthony Mann História de Fredric M. Frank

 
 Superprodução épica sobre o legendário herói espanhol Rodrigo Diaz (“El Cid”, para os seus seguidores), que tenta fazer as pazes entre os membros da realeza a fim de unificar a Espanha e, depois, é chamado para comandar a resistência contra os invasores mouros.

O Corvo (1963) | Roger Corman Poema de Edgar Allan Poe

 
Baseado no poema gótico de Edgar Allan Poe, conheça um dos maiores clássicos do terror B de todos os tempos. A história é sobre dois bruxos que duelam pela supremacia na magia. No elenco, um Jack Nicholson ainda em início de carreira.

A Cor da Romã (1969) | Sergei Parajanov Poemas de Sayat Nova

 Um relato místico e histórico sobre a vida, o trabalho e o mundo interior do poeta e trovador armênio do século XVIII, Aruthin Sayadin, popularmente conhecido como Sayat Nova (“o Rei da Canção”). O filme evoca a infância do poeta e a sua juventude, os seus dias de trovador na corte do rei Heraclius II da Geórgia e os seus últimos dias passados num mosteiro.

Jabberwocky – Um Herói por Acaso (1977) | Terry Gilliam Poema de Lewis Carroll

 
O filme conta a história de Dennis (Michael Palin), um camponês que, após a morte do pai, resolve tentar a vida e vai para a cidade, que era governada pelo Rei Bruno, O Questionável (Max Wall). Lá, o jovem passa por diversas aventuras e enfrenta muitos perigos. O local vinha sendo constantemente aterrorizado por um monstro terrível, um dragão chamado Jabberwocky (Peter Salmon), fera que Dennis acabaria tendo que confrontar.

Sociedade dos Poetas Mortos (1989) | Peter Weir História de Tom Schulman

 
Em 1959 na Welton Academy, uma tradicional escola preparatória, um ex-aluno se torna o novo professor de literatura. Porém, ele propõe métodos de ensino que incentivam seus alunos a pensarem por si mesmos e apresenta aos alunos a Sociedade dos Poetas Mortos. Isto acaba criando um conflito entre os diretores que ainda pregam o método antigo e conservador.

Coração Valente (1995) | Mel Gibson História de Randall Wallace

 
Mel Gibson interpreta William Wallace, um escocês que tem sua mulher morta por soldados ingleses em sua noite de núpcias. A partir desse fato, ele começa a liderar uma revolução em busca da liberdade da Escócia, unindo seu povo e enfrentando os ingleses com toda sua fúria e violência. Vencedor de 5 Oscar: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Fotografia, Melhor Maquiagem e Melhores Efeitos Sonoros.

E Aí, Meu Irmão, Cadê Você? (2000) | Joel Coen, Ethan Coen Poema de Homero (dentro da Odisseia)

 
 Desmotivado e cansado da dura rotina de quebrar pedras numa prisão, Everett Ulysses McGill (George Clooney) foge juntamente com seus dois companheiros. Depois disso, os três embarcam numa grande aventura em busca de um tesouro, onde enfrentarão diversas situações e conhecerão várias pessoas estranhas, como um profeta cego e um vendedor com apenas um olho.

A Lenda de Beowulf (2007) | Robert Zemeckis Baseado no poema “Beowulf”

 
 Em uma época de heróis, o poderoso guerreiro Beowulf luta com o demônio Grendel, despertando a ira da impiedosa e sedutora mãe da fera. Esta batalha épica criará a eterna lenda de Beowulf.

 Fonte: 1